carregador

 27.50 Acrescido de IVA

Em Stock

E-Book

Autor : Engº Jeremim Martins

Edição nº1 – Janeiro 2021

E-book disponibilizado através plataforma   We Transfer

Conceitos, Tipologias e Características de um Projecto. 2

1 – Introdução. 2

1.1- Conceitos, Tipologias e Características de um Projecto. 3

1.2- Classificação por natureza, tipo de cliente ou sector de actividade. 5

1.3-Classificação por tipo de projecto. 7

1.4- Caracterização de um projecto. 9

1.5- Factores de sucesso do projecto. 13

1.6- Um projecto = um sistema. 13

1.7- O sistema de gestão de um projecto. 14

1.8 – Gerir um projecto. 15

1.9- As regras para uma boa gestão de projectos. 17

1.10- O Alvo do projecto. 18

1.11- Características de um “alvo inteligente” 20

1.12- Os objectivos do projecto. 21

1.13- Objectivos técnicos, expressos e implícitos. 23

Síntese do Capítulo 1. 25

O Ciclo de Vida e as Etapas de um Projecto. 26

2 – Introdução. 26

2.1- As Etapas do projecto. 27

2.1.1- A fase Ante-Projecto. 28

2.1.2- As etapas de gestão do projecto. 33

2.1.3- As etapas técnicas do projecto. 36

2.2 – O ciclo de vida do projecto. 37

Síntese do Capítulo 2. 39

O Gestor do Projecto e a Organização. 40

3 – Introdução. 40

3.1- As tarefas do gestor do projecto. 40

3.2- Organigrama funcional – quem faz?. 41

3.3- Organigrama técnico – o que tem de ser feito?. 42

3.4- Níveis de tarefas. 43

3.5- Tipos de tarefas, produtos, sub-produtos e documentos. 45

3.6- WBS e orçamentação. 45

3.7- Matriz cruzada funcional-técnica (WBS-OBS) 46

3.8- Responsabilidades do gestor do projecto. 48

3.9- Princípios da liderança. 49

3.10- Regras na delegação de tarefas. 50

3.11-Tarefas não delegáveis. 51

3.12 – As competências relacionais. 51

3.13- Metodologia e ferramentas básicas IRP. 52

3.14- Estrutura funcional 55

3.15-Estrutura divisional 56

3.16- Estrutura matricial 57

Síntese do Capítulo 3. 58

A Gestão de Riscos do Projecto. 59

4 – Introdução. 59

4.1- Tipos de risco num projecto. 60

4.2- As origens dos riscos. 61

4.3- Etapas GRP – Gestão de Riscos do Projecto. 61

4.4- Planear a resposta ao risco. 62

4.5-  Análise e avaliação dos riscos do projecto. 62

4.5.1- Listagem de riscos. 63

4.5.2- Métodos de cotação por tabelas convencionadas. 64

4.5.3- Métodos de avaliação matricial 70

4.5.4- Métodos de pontuação regressiva. 70

4.5.5- A ficha de seguimento do risco. 72

4.5.6- LUP – Lista única de problemas. 73

4.6 – A transferência de risco – decisão “Make or buy” 74

Síntese do Capítulo 4. 78

Os métodos e Ferramentas do Planeamento. 79

5 – Introdução. 79

5.1- Propósitos do planeamento. 79

5.2- Vantagens do planeamento. 80

5.3- Os componentes do planeamento. 80

5.4- Os níveis de planeamento. 81

5.5- Métodos para a planificação – definições. 81

5.6- Sucessão e duração das actividades. 83

5.7- Métodos para a planificação “planning” 83

5.7.1- O método de GANTT. 84

5.7.2- O método das Redes Organizacionais (Grafos) 87

5.7.3-Planificação com redes: análise. 101

5.7.4- O PERT probabilístico. 103

5.7.5- CPM (Critical Path Method) 106

5.8- O plano de carga (Afectação e Gestão de Recursos) 108

5.8.1- Método do plano de carga. 109

5.9- Suportes informático de apoio à gestão de projectos. 111

5.9.1- Critérios de selecção. 111

5.10.– Noções básicas do Microsoft Project 114

Síntese do Capítulo 5. 119

Gestão da Comunicação. 120

6 – Introdução. 120

6.1- Fases para a elaboração do plano de comunicação. 120

6.2- Fontes de informação. 123

6.3- As RAP- reuniões de avanço do projecto. 123

Síntese do Capítulo 6. 126

Gestão da Documentação. 127

7 – Introdução. 127

7.1- Princípios da gestão documental 128

7.2 Estrutura tipo da documentação de um projecto. 128

Síntese do Capítulo 7. 130

Gestão dos Custos de um Projecto. 131

8 – Introdução. 131

8.1- Custos de pessoal 132

8.2- CPI- Contrato do Projecto de Investimento. 133

8.3- Trajectória orçamental 134

8.4- Indicadores para custos internos. 134

Síntese do Capítulo 8. 137

A Pilotagem do Projecto. 138

9 – Introdução. 138

9.1- O auto-controlo. 139

9.2- Referenciais para avaliação. 143

9.3- O desdobramento da pilotagem.. 144

9.4- Ciclo de pilotagem.. 145

9.5- Custos externos. 151

9.6- Controlo dos prazos. 151

9.7- Pilotagem específica da qualidade. 152

9.8- Painel de bordo  “ Tableau de bord” 154

9.9- Lançamento e plano director 155

9.10 Auditorias ao projecto. 157

Síntese do Capítulo 9. 157

Concepção e Industrialização de Novos Produtos. 158

-Etapas Técnicas do Projecto- 158

10 – Introdução. 158

10.1- Os riscos técnicos ou da não qualidade. 159

10.2- A Fase 0- “Voz do cliente” 159

10.2.1- Recolha de informação dos clientes. 162

10.2.2- O CdEPP- Caderno de Encargos Produto-Processo. 164

10.3- A Fase 1- Organização e planificação do projecto. 166

10.4- A Fase 2- “Pré-concepção” 172

10.4.1 Técnicas de análise funcional 174

10.4.2 O CdEF- Caderno de Encargos Funcional 178

10.5- A Fase 3- Concepção. 179

10.5.1- Análise funcional técnica. 182

10.5.2- AMDEC / FMEA- Análise modal de falhas e efeitos. 189

10.5.3- QFD- desdobramento da função qualidade. 195

10.5.4- Revisão e verificação da concepção. 198

10.5.5- Prototipagem.. 200

10.5.6 – Plano de ensaios. 202

10.5.7- A Hierarquização de características produto-processo. 203

10.5.8- Dossier de referência. 206

10.5.9Marco ou “ Milestone” de Validação da concepção. 207

10.6-A Fase 4- Industrialização. 208

10.6.1- Organização do projecto. 210

10.6.2- Planificação do projecto. 214

10.6.3- Formalizar o sistema industrial escolhido. 218

10.6.4- Implementação/realização e arranque. 229

10.6.5- Capitalizar a experiência. 233

10.6.6- Balanço do Projecto Q.C.P. 233

10.7- Relação com as ISO 9000:2000 e outros referenciais. 234

Síntese do Capítulo 10. 237

BIBLIOGRAFIA.. 238

SITES RECOMENDADOS.. 239

ANEXO A – Etapas técnicas do projecto. 240

ANEXO B – “Check-list” para Auditoria. 247

ANEXO C-Exercícios. 248

ANEXO D – Resolução de Exercícios. 249

ANEXO E – Impressos. 250

Disponível por encomenda a fornecedor

Comparar
X